S.O.S. MANAUS: CONTRIBUA!

O Amazonas está sendo duramente atingido pelo aumento de casos e de mortes por Covid-19. A situação é de colapso no fornecimento de oxigênio e lotação da capacidade dos hospitais. As internações em Manaus já são maiores do que o total registrado no mês de abril.

Para auxiliar os que estão enfrentando dias tão difíceis em Manaus, Missões Nacionais está ajudando com ações de compaixão junto à população, entregando cestas básicas, kits de lanches em frente aos hospitais e unidades básicas de saúde e ainda kits de higiene.

Vamos ajudar nossos irmãos que estão clamando por socorro! Contamos com sua participação neste momento tão difícil.

Faça a sua doação em uma das contas abaixo:

• Bradesco
Agência: 226 -7
Conta: 87500 -7

• Banco do Brasil
Agência: 3010 – 4
Conta: 120275 – 8

• Banco Itaú
Agência: 0281
Conta: 66341 -9

Ou transfira através do PIX para uma das contas em nome da Junta de Missões Nacionais da CBB, com o CNPJ 33.574.617/0001-70.

Acrescente R$ 0,10 ao valor da sua oferta para identificação.

Esteja em oração conosco, para que o Senhor cuide desse povo e o sustente nesse momento tão difícil!

#MissõesNacionais2021 #OrePeloAmazonas

Portas Abertas divulga lista atualizada dos 50 países mais hostis aos cristãos

A Lista Mundial da Perseguição é divulgada anualmente pela Missão Portas Abertas para elencar os 50 países com piores condições para os cristãos viverem. A edição 2021 foi publicada nesta quarta-feira, 13 de janeiro, expondo o grave cenário de cristofobia mundo afora.

“As informações publicadas são resultado da pesquisa feita entre 1/10/2019 e 30/9/2020 em mais de 70 países do mundo. Desde 1993, a Portas Abertas publica a pesquisa que mede a perseguição aos seguidores de Jesus. Mas a situação da Igreja Perseguida está sendo investigada desde a década de 1970”, informa o comunicado oficial da entidade.

De acordo com a Portas Abertas, ao longo do último ano analisado, a perseguição a cristãos aumentou em 30%: “Isso indica que mais de 340 milhões de cristãos enfrentam perseguição e discriminação por causa da fé. Em 29 nações, como Afeganistão, China e Nigéria, as pontuações cresceram. Já em oito países como Coreia do Norte, Somália e Índia, os pontos foram os mesmos da edição passada. No Sudão, Arábia Saudita e Egito e mais seis países a hostilidade contra os seguidores de Jesus teve uma queda”.

A Ásia é o continente onde a cristofobia é mais intensa, segundo o levantamento feito pela entidade missionária. África e América Latina são as demais regiões do planeta que formam a lista onde há países com hostilidade e intensa perseguição.

“Muitos dos cristãos perseguidos nesses locais também foram atingidos pela COVID-19 e as consequências da pandemia, como desemprego e fome. Mas nem tamanha vulnerabilidade foi capaz de impedir que governos, comunidades e familiares praticassem a intolerância religiosa contra os cristãos”, contextualizou o comunicado.

A Missão Portas Abertas produziu um relatório a respeito dos tipos de perseguição enfrentados pela Igreja Perseguida nos países elencados, além de conhecer as fontes que exercem essa hostilidade, como governos, grupos radicais religiosos e até mesmo familiares dos fiéis a Jesus Cristo.

Confira o ranking da Lista Mundial de Perseguição 2021:

01 – Coreia do Norte
02 – Afeganistão
03 – Somália
04 – Líbia
05 – Paquistão
06 – Eritreia
07 – Iêmen
08 – Irã
09 – Nigéria
10 – Índia
11 – Iraque
12 – Síria
13 – Sudão
14 – Arábia Saudita
15 – Maldivas
16 – Egito
17 – China
18 – Mianmar
19 – Vietnã
20 – Mauritânia
21 – Uzbequistão
22 – Laos
23 – Turcomenistão
24 – Argélia
25 – Turquia
26 – Tunísia
27 – Marrocos
28 – Mali
29 – Catar
30 – Colômbia
31 – Bangladesh
32 – Burkina Faso
33 – Tajiquistão
34 – Nepal
35 – República Centro-Africana
36 – Etiópia
37 – México
38 – Jordânia
39 – Brunei
40 – República Democrática do Congo
41 – Cazaquistão
42 – Camarões
43 – Butão
44 – Omã
45 – Moçambique
46 – Malásia
47 – Indonésia
48 – Kuwait
39 – Quênia
50 – Comores

Polícia proíbe cristãos na Índia de realizarem cultos domésticos

Cristãos na Índia estão experimentando um cenário de perseguição religiosa ainda mais intenso nas últimas semanas. Autoridades de uma região do país proibiram famílias de celebrarem cultos domésticos alegando que suas conversões ao Evangelho são ilegais.

A polícia no estado de Karnataka, no sul da Índia, proibiu 15 famílias cristãs de se reunirem para os cultos domésticos com base na presunção de que teriam sido convertidos ao cristianismo de forma coercitiva ou fraudulenta, pois não são cristãos de nascimento.

O vice superintendente da polícia do distrito de Hassan de Karnataka e seus colegas convocaram as famílias na aldeia de Bannimardatti esta semana e pediram-lhes que provassem que eram cristãs, acusando-as de se aproveitarem de benefícios do governo que são fornecidos a cristãos e também a hindus.

O relato foi feito por um informante da entidade International Christian Concern (ICC). De acordo com informações do portal The Christian Post, o oficial então ordenou que os cristãos não se reunissem para os cultos de adoração em sua aldeia.

“Esta é a última tentativa de radicais hindus usando a polícia estadual para reprimir as atividades cristãs. Eles tentaram de tudo, incluindo boicotes sociais e espancamentos físicos. No entanto, os cristãos locais permaneceram fiéis em meio ao assédio contínuo”, disse um fiel que vive na região.

O estado de Karnataka é governado pelo partido nacionalista hindu Bharatiya Janata, que também governa em nível federal desde 2014, quando o presidente Narendra Modi assumiu o poder.

Os incidentes contra os cristãos indianos aumentaram drasticamente desde então, o que explica a décima posição que a Índia ocupa na lista de Perseguição Mundial da Missão Portas Abertas.

Em dezembro do ano passado, o estado mais populoso da Índia, Uttar Pradesh, aprovou uma polêmica lei anticonversão que os especialistas alertam que “incitará mais violência de motivação religiosa” à medida que os ataques a cristãos e outras minorias religiosas continuam aumentando.

A ICC observou que, historicamente, os nacionalistas hindus radicais usaram o “espectro das conversões religiosas em massa ao cristianismo como justificativa para aprovar leis semelhantes que limitam a liberdade religiosa”, embora os cristãos sejam uma minoria no populoso país, representando apenas 2,3% da população, aproximadamente 31 milhões de indianos.

Pastor Jorge Linhares, líder da Igreja Batista Getsêmani, é internado com Covid-19

Religioso de 68 anos foi encaminhado para o hospital Madre Teresa, em Belo Horizonte. Seus pulmões chegaram a ficar comprometidos, e ele precisou de balão de oxigênio.

O pastor Jorge Linhares, de 68 anos, presidente da Igreja Batista Getsêmani, foi internado na capital com Covid-19.

Nas redes sociais, familiares do pastor relatam que ele passou mal no último final de semana, mas depois chegou a melhorar.

Ao longo da semana, porém, ele ficou fraco de novo. Fez um primeiro teste para Covid-19, que deu negativo, mas, como continuou se sentindo mal, fez um segundo teste, que, desta vez, deu positivo.

Ele foi encaminhado para o hospital Madre Teresa, em Belo Horizonte. Seus pulmões chegaram a ficar comprometidos, e ele precisou de balão de oxigênio.

No último post nas redes sociais do pastor, um vídeo mostra ele na enfermaria, se alimentando.

“Finalmente ele já está no apartamento, sendo medicado e com o respirador para auxiliar. Continuamos em oração pois sabemos que não é brincadeira e infelizmente meu pai já faz parte do grupo de risco. Obrigada a todos pelo carinho demonstrado e pelas orações!”, disse a mensagem na rede social.